terça-feira, 31 de março de 2015

SOU



Sou do vento a inconstância,
Dos amantes a solidão;
Das noites a insônia,
Dos Justos o perdão...

Trago o medo das incerteza,
Da primavera o romantismo;
Das separações as tristezas,
Da vida o realismo...

Sou do renascer a esperança,
Do amanhecer a saudade;
Dos homens a insatisfação...

Trago a ingenuidade da criança,
Dos pássaros a liberdade;
Da poesia a emoção. 

Sou um mistério
Sou um gigante girassol 
Um trevo que trás sorte

Sou aquele que te faz feliz
E o que te magoa
Que já te fez chorar
Que já te matou de rir

Mas que sabe perdoar

O menino que te encanta
O homem que você deseja
Amigo que aquece
O desconhecido que te protege

Um místico que caminha

Eu sou um mistério
Não decifrável
Não compreendido
Mas amado

Por aqueles que me amam.

A.Bertazzi

Nenhum comentário: